quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Bolsas de estudo

Cresce a procura por bolsas de estudo para escolas top

19/01/2011 JORNAL VALOR ECONÔMICO
As boas perspectivas do mercado de trabalho no Brasil estão incentivando os executivos a buscarem mais bolsas para estudar em escolas de primeira linha. Dados da Fundação Estudar, instituição sem fins lucrativos que concede ajuda financeira para cursos de graduação e pós-graduação no país e no exterior, mostram que o número de candidatos cresce 30% ao ano desde 2006.
De acordo com Thais Junqueira, diretora executiva da organização, os programas mais procurados ainda são nas áreas de economia e administração. Particularmente na pós-graduação, outros cursos como os de direito, políticas públicas e engenharia vêm ganhando espaço. "No exterior, tem crescido a oferta de programas mais estruturados nesses assuntos. Além disso, o mercado está carente de profissionais com boa formação nessas áreas", afirma.
"No Brasil, o número de bolsas de estudo não acompanha o aumento da demanda. O crescimento mais expressivo de financiamentos vem de instituições internacionais, mesmo com a crise", diz.
Além de serem escolhidos pela competência e da boa formação, os brasileiros são beneficiados nas escolas estrangeiras pelo fato de, nos últimos cinco anos, existir uma maior preocupação delas em selecionar bolsistas que tenham motivações sociais e ambientais. Segundo dados da fundação, em 2010 foram selecionados 35 alunos no Brasil, dentre mais de cinco mil inscritos. A maioria dos bolsistas - o equivalente a 68% - são candidatos a cursos de graduação no país ou no exterior.
A Fundação Estudar está com as inscrições abertas para o processo seletivo 2011, para interessados em bolsas de graduação e pós-graduação no Brasil e no exterior. As inscrições devem ser realizadas até 20 de março.neg(VS)

Nenhum comentário:

Postar um comentário