quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Condenado réu que matou por causa de uma bicicleta

O 1º Tribunal do Júri de Goiânia, presidido pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara, condenou, nesta terça-feira (16), Fernando Rosa da Silva a cumprir 6 anos e 8 meses de reclusão por matar Maikon Fernando de Azevedo com quatro tiros. A pena será cumprida em regime inicialmente semi-aberto, na Penitenciária Odenir Guimarães (antigo Cepaigo).

A defesa pediu a absolvição por legítima defesa ou a redução da pena, já que o acusado agiu sob violenta emoção por injusta provocação da vítima. No entanto, o Conselho de Sentença negou a absolvição e reconheceu a materialidade e a autoria do crime. Os jurados ainda acolheram a tese de redução da pena.

De acordo com os autos, no dia 25 de março de 2007, acompanhado de um amigo, Maikon saiu a procura de sua bicicleta, que, supostamente, havia sido furtada e repassada a um traficante como pagamento de drogas. Logo depois, pararam em um bar, no Parque Tremendão, e consumiram bebidas alcoólicas. Em seguida, resolveram seguir para outro estabelecimento denominado Boteco do Sr. João, no Jardim Curitiba, onde encontraram Fernando com a bicicleta. No local, o réu atirou quatro vezes na vítima, que foi socorrida e levada para o Hospital de Urgências de Goiânia, mas não resistiu aos ferimentos.

Fonte: TJGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário