terça-feira, 27 de março de 2012

Juiz é afastado de tribunal do Rio

No dia em que recebeu a inspeçao da Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça, o Tribunal de Justiça do Rio decidiu afastar um de seus magistrados por suspeita de corrupção. Por unanimidade, o Orgão Especial do TJ-RJ aprovou a abertura de processo administrativo disciplinar contra o juiz Rafael de Oliveira Fonseca, titular da Vara Única de Mangaratiba, acusado de autorizar escutas ilegais, destruir o conteúdo das gravaçoes, receber dinheiro para livrar milicianos da prisão e repassar a assessores armas e bens apreendidos.
Rafael foi citado em reportagem do jornal O Globo sobre a baixa produtividade do TJ na condenação por improbidade administrativa. Na condição de juiz de Itaguai, ele teria absolvido em tempo recorde o prefeito Carlos Busatto Júnior, o Charlinho, que respondia pela contratação ilegal de jornal.
Rafael não quis falar com os jornalistas. O advogado Onurb Bruno, que o defendeu, disse que o cliente estaria interessado na abertura do processo para provar a inocência.
Fonte: Jusbrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário