sexta-feira, 13 de abril de 2012

Coordenadoria de Cálculo conclui maior liquidação já feita no


No final de março, a Coordenadoria de
Cálculos Judiciais do TRT-GO concluiu a
liquidação de uma sentença que envolveu dois
servidores exclusivamente dedicados ao caso
durante cinco meses. O total de quase R$ 23
milhões é o maior valor líquido a ser executado
já apurado no TRT da 18ª Região. Os
calculistas Keller Roberto e Calimério Faria
conseguiram, inclusive, antecipar em dois
meses a previsão de conclusão do extenso
trabalho, programada para maio.
Composto por 214 volumes, o processo
de nº 897 ingressou na 8ª Vara do Trabalho de
Goiânia em 1999. Tratava-se de um único
pedido de diferença salarial reclamado pelo
Sticep – Sindicato dos Trabalhadores nas
Indústrias da Construção, que substituiu mais de 1.200 trabalhadores do então Crisa –
Consórcio Rodoviário Intermunicipal S/A.
Apenas em junho de 2011, o processo foi distribuído para liquidação de sentença. A
demora se deu sobretudo pelo elevado número de trabalhadores substituídos no mesmo
processo. Na Coordenadoria de Cálculo, o volumoso caso chamou a atenção. Logo o calculista
Keller percebeu que, mesmo com dedicação exclusiva, um só servidor não seria bastante. Em
meados de novembro, Calimério Faria foi convocado para auxiliar na incrível façanha.
Na consulta aos documentos juntados ao processo, os calculistas descobriram, com
pesar, algumas certidões de óbito de trabalhadores, cujos créditos decorrentes da ação deverão
ser recebidos pelos herdeiros, se houver. Em torno de 92% dos trabalhadores terão direito a
valores entre R$ 11 mil e 14 mil. Cerca de 7% deverão receber entre R$ 15 mil e 21 mil, sendo
que 1% terá direito a valores entre R$ 50 mil e 80 mil.

Lara Barros
Núcleo de Comunicação Social TRT

Nenhum comentário:

Postar um comentário